OS 30 LUGARES ABANDONADOS MAIS BONITOS DO MUNDO

São lugares com um tanto de mistério e muito de belo e inusitado. Estão abandonados, mas de pé, guardando histórias de um passado glorioso. Compilamos uma lista de lugares abandonados que perderam vida, mas mantiveram sua beleza.

Tem um pouco de tudo, desde ilhas a palácios, passando por montanhas ou edifícios em ruínas ou até parques de diversões abandonados. As cidades, vilas ou aldeias em que se encontram estão espalhadas pelo mundo.

1. Ilha Irmão do Norte, arredores de Nova York

Conhecida como a Ilha Plum, que fica no Suffolk County, era utilizado por cientistas americanos como uma espécie de laboratório para estudar doenças infecciosas de animais e realizar diversos experimentos desde a Guerra Fria. O governo americano tenta vender a ilha, mas há um movimento contrário devido ao risco de saúde que ainda pode existir por lá.
Imagem via

2. Lawndale Theater, em Chicago

Com capacidade para 2.200 pessoas, o teatro Lawndale foi inaugurado em 1927 com a exibição do filme “A Girl From Rio”. Em 1961 houve um assassinato devido a um confronto de gangues e o teatro fechou as portas. Porém, o lugar foi utilizado por boa parte do tempo até a década 2000 como uma igreja, até se tornar um depósito de móveis antigos.

3. Pista de bobsleigh para as Olimpíadas de Inverno de 1984 em Sarajevo, Bósnia-Herzegovina
Os Jogos de Sarajevo, que na época fazia parte da Iugoslávia, foi considerada um grande sucesso, entretanto, com a Guerra nos Balcãs, que começou em 1992 e os locais de competição de 1984 foram utilizados como fortalezas. Inclusive, existem buracos na pista, perfurados pelo exercito, que podem vistos no concreto.

4. Casa do Partido Comunista da Bulgária, situado no Parque Nacional de Buzludja

A antiga sede do Partido Comunista Búlgaro está localizado no Monte Buzludzha, no centro do país. Uma imponente estrutura de concreto há 20 anos abandonada. Sem dúvida, as proporções e a materialidade conseguiram retratar a essência e a carga deste edifício com enorme valor histórico e político, símbolo de uma era. Mas, depois da queda da Cortina de Ferro, em 1989, a Bulgária tornou-se uma nova democracia parlamentar com um governo que não tem os recursos necessários para investir 12 milhões de euros na restauração do prédio histórico.
Imagem via

5. Craco, Itália

Craco tem sua história iniciada no século VIII a.c. Foi abrigo a diversas civilizações e passou por momentos históricos, o que inclui uma invasão do exército Napoleônico. No século XIX foi incluída à Itália, até que em 963, devido a um deslizamento de terra de grandes proporções, a cidade começou a ser evacuada e uma parte dos habitantes se mudou para o vale, em Craco Peschiera. O desastre foi causado pelas obras de infra-estrutura a serviço da cidade. Em 1972, uma enchente piorou ainda mais a situação, evitando um possível repovoamento do centro histórico e, após o sismo de 1980, Craco antiga foi completamente abandonada.

6. Moinho abandonado na França
Não há uma história específica sobre este lugar. Por isso, fica na imaginação como deveria ser o local no auge de sua existência.

7. Os fortes de Maunsell, na Inglaterra

Estas obras da engenharia possuem o nome de seu criador, Guy Maunsell. Foram construídos na Segunda Guerra Mundial, como fortificação para proteger o Reino Unido. Nos fins da década de 50 os fortes foram abandonados pelo exército, mas aproveitado de maneiras diferentes posteriormente. Destaco a informação de que foi usada para abrigar rádios piratas, um fenômeno revolucionário que ocorreu no Reino Unido, devido a falta de espaço das rádios oficiais para as bandas de rock da época, sendo escutado por milhões de pessoas (para mais informação sobre este tema, veja o filme Os Piratas do Rock).

8. Castelo Bodiam em East Sussex, Inglaterra

Foi construído em 1385 por Sir Edward Dalyngrigge, um ex cavaleiro de Eduardo III, com a permissão de Ricardo II em ordem a defender a área circundante da invasão francesa durante a Guerra dos Cem Anos. . Ao longo dos séculos, desde que foi construído, o castelo foi possuído por uma sucessão de poderosas famílias do Sussex, incluindo a família Levett, em honra da qual o actual caminho em frente do castelo recebeu o nome. Depois da destruição de 1664, entrou em decadência até ao século XX, ao ponto de as suas pedras serem saqueadas pelos construtores locais.
Imagem via

9. Angkor Wat, Camboja

é um templo situado 5,5 km a norte da atual Siem Reap, na província homônima do Camboja. É o maior e mais bem preservado templo dos que integram o assentamento de Angkor. É também o único que restou com importante significado religioso – inicialmente hindu, e depois Budista – desde a sua fundação. O templo é o ponto máximo do estilo clássico da arquitetura Khmer. É considerado como a maior estrutura religiosa alguma vez construída, e um dos tesouros arqueológicos mais importantes do mundo.

10. Iate afundado na Antártida
Há pouco o que se pode contar sem estragar esta história fantástica. Somente que o iate é brasileiro e chamava Mar Sem Fim, pertencente ao João Lara Mesquita. O motivo da expedição era realizar um documentário sobre a Antártida, que acabou com o naufrágio ofuscando o filme e se tornando o evento principal. Vale a pena a pesquisa para saber mais sobre o fato.

O Iate antes de afundar.

11. Ilha Holanda na Baía de Chesapeake, Estados Unidos

Holland Island está localizada na Baía de Chesapeake, no estreito de Holanda, entre Bloodsworth Island e Smith Island, a 6 milhas (9.65) a oeste de Wenona, Maryland, EUA. A ilha possuiu uma vez, quase 10 quilômetros de comprimento e 2 quilômetros e meio de largura, habitada por barqueiros e agricultores em uma próspera comunidade de pesca. Mas ao longo das décadas, a subida das águas da baía e o afundamento natural do terreno, devoraram a ilha até que não sobrasse quase nada, mas apenas uma mancha de terra no mar. A última casa em Holland Island, se manteve desafiadoramente por mais de um século até o seu colapso total em outubro de 2010.
Imagem via

12. O Wonderland prometia ser o maior parque temático da Ásia, mas acabou abandonado nos arredores de Pequim, China

Deveria ser o maior parque temático da Ásia, mas o Wonderland, a 45 minutos da capital chinesa Pequim, está abandonado desde 1998. Sua construção foi interrompida por causa de desacordos entre governo e fazendeiros sobre o preço das terras. Em 2008, a tentativa de reiniciar o projeto também foi fracassada. Essa réplica chinesa da Disneylândia fica em um campo de mais de cem acres. Hoje, após 13 anos parado, os agricultores voltaram a cultivar milho nas redondezas do parque fantasma. Segundo Gray, os fazendeiros não têm qualquer dúvida de que o investimento foi abandonado para sempre.

13. Kalavantin Durg, Índia
Localizada entre Matheran e Panvel, no estado de Maharashtra, a Kalavantin Durg é conhecida como a fortaleza mais perigosa do mundo. Foi construído por volta de 1458 a.c. como posto vigia para as fortalezas Panvel e Kalyan. Ao longo dos anos e diversas batalhas, a estrutura foi abandonada aos poucos.

14. Moinho abandonado de 1866 em Sorrento, Itália
O Vale dos Moinhos, em Sorrento, na Itália, tem este nome devia existência do moinho construído por volta de 900 d.C., usado para moer trigo. Junto ao moinho, havia uma serraria que fornecia palha para os marceneiros de Sorrento. A criação da Piazza Tasso em 1866 determinou o isolamento do moinho para mar, provocando um forte aumento do percentual de umidade, o que fez o área insuportável e determinou o seu abandono progressivo.

15. Hotel del Salto, na Colômbia

Localizada no alto de um penhasco, constantemente coberta pela névoa e abandonada por mais de duas décadas, a Casona del Salto mais parece uma casa mal-assombrada de contos de fadas. A construção de 1928 fica ao lado da cachoeira “Salto del Tequendama”, na cidade de Soacha, na Colômbia, próxima a Bogotá. No passado, ela abrigava o Hotel del Salto, uma hospedaria de luxo para turistas que queriam desfrutar da natureza local. Com a criação de uma hidroelétrica na região, e a poluição do rio, os turistas foram escasseando e o hotel acabou sendo fechado. Depois de 26 anos de abandono, a Casona abriu novamente as portas em 2013, como um museu gerido por uma fundação e uma universidade.
Imagem via

*A seleção é do site BuzzFeed

16 – Cristo do Abismo – San Fruttuoso, Italy

O Cristo do Abismo (tradução livre, nome em inglês Christ of the Abiss) está localizada a 17 metros no fundo do mar Mediterrâneo. Supostamente, é uma homenagem feita pelo artista Guido Galletti ao mergulhador Dario Gonzatti, que morreu ao usar um equipamento scuba, no mesmo lugar onde a estatua foi colocada em 1954. Depois de anos embaixo d’água, os crustáceos e algas a dominaram e a tornaram parte da paisagem do mar.

17 – Kolmanskop – Deserto da Namíbia

Em 1908 o trabalhador Zacharias Lewala encontrou um grande diamante no deserto da Namíbia. A partir de então, a zona se tornou extremamente lucrativa e mineiros alemães criaram uma próspera cidade ali. Havia hospital, escola, usina elétrica, teatro e até uma estação de trem. Toda a construção seguiu padrões alemães e a cidade ruiu após a mina de diamantes ter secado.

18 – As misteriosas casas em formato de cúpulas – sudeste da Florida

Construídas na década de 80 pelo produtor de petróleo Bob Lee, as casas eram feitas para ser autossustentáveis e com eletricidade solar. Por ser uma região de alto risco de furacões, as casas foram abandonadas, até que em 2005 o furacão Wilma destruiu boa parte da construção.

19 – Os restos do SS Ayrfield – Homebush Bay, Australia

No século 20 a região se tornou um grande centro industrial do país, com a baia sendo uma das principais maneiras de escoar todos os produtos ali criados. Quando as operações diminuíram, o local então se tornou um “depósito” de materiais indesejados, entre tantas coisas, vários navios abandonados. O que mais se destaca é o SS Ayrfield.

20 – Casa de pescador no lago Obersee – Sul da Alemanha

Esta cabana com uma incrível vista fica no parque nacional Berchtesgaden, no sul da Alemanha, muito próximo à divisa da Áustria.

21 – Pripyat, Ucrânia

Pripyat foi fundada em 4 de fevereiro de 1970 com objetivo de abrigar os trabalhadores da Usina Nuclear de Chernobil. Em 27 de Abril de 1986, um acidente na usina fez com toda a cidade fosse evacuada. Hoje a cidade recebe pesquisadores e alguns turistas com autorização.

22 – Monastério St. George’s Abbey – Floresta Negra, Alemanha

O monastério milenar foi construída em 1085 e se tornou um ponto político estratégico para diversos líderes ao longo da história. Em 1244 houve um incêndio desastroso na construção, aliado a uma crise financeira e perda de fé, levou ao seu declínio.

23 – Restos do Pegasus – McMurdo Sound, Antártica

Em 8 de outubro de 1970, o avião Pegasus caiu devido a falta de visibilidade. O avião havia decolado do “Pegasus Field”, um aeroporto (se é que pode ser chamado de aeroporto) localizado na Antártica.

24 – Trens abandonados – Częstochowa, Polônia

A cidade de Czestochowa entrou no século 20 como uma das potências industriais da Rússia Polonesa. Mas com o início da Primeira Guerra Mundial, a cidade entrou no declínio e abandonou o lado industrial que outrora era seu pulmão.

25 – Estação central – Detroit, Michigan

Em um determinado momento, a estação central de Michigan foi a maior estação do mundo. Construída em 1913, substituiu a antiga estação após esta ter sido destruída em um incêndio. A estação serviu a cidade até o último trem da Amtrak – empresa estatal federal de transporte ferroviário de passageiros dos Estados Unidos – em 1988.

26 – Fábrica de foguetes militares – Rússia

Há poucas informações sobre a fábrica, pois ainda era uma região isolada, até que a jovem de 23 anos Lana Sator invadiu o local e captou a incrível beleza do lugar abandonado. Após isso, ela até chegou a ser presa pela polícia russa.

27 – Torre de resfriamento I.M. – Monceau, Belgium

A abertura da torre era para que o vento entrasse e resfriasse a água. No auge, a torre era capaz de resfriar até 480 mil galões de água por minuto. Não há razões claras pelo abandono da construção.

28 – A cidade abandonada – Keelung, Taiwan

A maioria das cidades abandonadas possuem uma vasta história. Porém, esta cidade em Taiwan não possui nada registrado sobre o motivo do abandono. Fica a curiosidade e na imaginação o motivo deste mistério.

29 – Túnel do Amor – Kleven, Ucrânia

O túnel do amor é uma ferrovia de apenas 3 quilômetros feita para servir uma indústria local da pequena cidade de Kleven, de menos de 8 mil pessoas. Porém, apaixonados do mundo inteiro dominaram o túnel e tornaram a cidade uma das mais românticas do mundo.

30 – Nara Dreamland – Japão

O parque de diversão foi construído em 1961 para criar uma concorrência japonesa à Disney, que fora criada na década anterior. O parque resistiu por mais de 40 anos, mas perto do fim, a falta de visitantes, crise financeira e decadência das atrações forçaram o parque a fechar as portas.

Multimidia Info

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.