Top Menu

Essa floresta submersa no Cazaquistão nem parece de verdade

© Divulgação

A floresta abriga o Lago Kaindy, onde as árvores ficam submersas, proporcionando um cenário belíssimo O Cazaquistão - maior país sem costa marítima do mundo e o nono maior do planeta -, pode te surpreender. O lugar que abriga uma plataforma de lançamento de foguetes para o espaço também conta com uma natureza surpreendente. Não é apenas a Nova Zelândia que tem um lago incrível, nem só a selva Amazônica que está cheia de belezas naturais para serem exploradas. A floresta submersa do Lago Kaindy, no Cazaquistão, reserva um cenário inusitado, cheio de vibrações e encantos.Com 400 metros de comprimento, o lago está situado entre as montanhas Tian Shan, a 2 mil metros acima do nível do mar, com profundidades que chegam a 30 metros. Seu surgimento se deu no ano de 1911, após um forte terremoto, chamado Kein, de magnitude 7,7, que atingiu toda a região. O incidente provocou mudanças na estrutura geológica do local, além de deslizamentos de terra que bloquearam um desfiladeiro. A água da chuva, então, acabou formando uma represa, o Lago Kaindy, que inundou as árvores.Mesmo 100 anos após o ocorrido, os pinheiros permanecem submersos e intactos, formando um cenário totalmente diferente de provavelmente tudo que você já viu. A água do lago é tão fria que, mesmo no verão, a temperatura não passa dos seis graus, mas é essa condição térmica que garante a preservação das árvores debaixo d´água. A cor da água pode variar, devido à presença do calcário e de outros minerais, mas permanece sempre cristalina.No inverno, a superfície do Lago Kaindy congela, tornando o lugar ideal para a prática da pesca de trutas e mergulho no gelo. Todos os anos, mergulhares do Cazaquistão e de sua vizinha Rússia se aventuram na experiência de encarar as baixas temperaturas e nadar entre os galhos submersos das árvores.E aí, teria coragem? Se sim, se liga na dica de como chegar lá: O lago fica a 280 quilômetros de Almaty. A melhor opção é ir de carro, mas vale lembrar que, devido às condições da estrada, a viagem leva de cinco a sete horas. Chegando na região, é preciso pagar uma taxa de 500 tenge por pessoa para entrar no Parque Nacional e, caso você queira passar a noite, 700 tenge.Na Foto: A floresta submersa do Lago Kaindy reserva um cenário inusitado cheio encantos

A floresta abriga o Lago Kaindy, onde as árvores ficam submersas, proporcionando um cenário belíssimo

O Cazaquistão - maior país sem costa marítima do mundo e o nono maior do planeta -, pode te surpreender. O lugar que abriga uma plataforma de lançamento de foguetes para o espaço também conta com uma natureza surpreendente. Não é apenas a Nova Zelândia que tem um lago incrível, nem só a selva Amazônica que está cheia de belezas naturais para serem exploradas. A floresta submersa do Lago Kaindy, no Cazaquistão, reserva um cenário inusitado, cheio de vibrações e encantos.

Com 400 metros de comprimento, o lago está situado entre as montanhas Tian Shan, a 2 mil metros acima do nível do mar, com profundidades que chegam a 30 metros. Seu surgimento se deu no ano de 1911, após um forte terremoto, chamado Kein, de magnitude 7,7, que atingiu toda a região. O incidente provocou mudanças na estrutura geológica do local, além de deslizamentos de terra que bloquearam um desfiladeiro. A água da chuva, então, acabou formando uma represa, o Lago Kaindy, que inundou as árvores.

Mesmo 100 anos após o ocorrido, os pinheiros permanecem submersos e intactos, formando um cenário totalmente diferente de provavelmente tudo que você já viu. A água do lago é tão fria que, mesmo no verão, a temperatura não passa dos seis graus, mas é essa condição térmica que garante a preservação das árvores debaixo d´água. A cor da água pode variar, devido à presença do calcário e de outros minerais, mas permanece sempre cristalina.

No inverno, a superfície do Lago Kaindy congela, tornando o lugar ideal para a prática da pesca de trutas e mergulho no gelo. Todos os anos, mergulhares do Cazaquistão e de sua vizinha Rússia se aventuram na experiência de encarar as baixas temperaturas e nadar entre os galhos submersos das árvores.

E aí, teria coragem? Se sim, se liga na dica de como chegar lá: O lago fica a 280 quilômetros de Almaty. A melhor opção é ir de carro, mas vale lembrar que, devido às condições da estrada, a viagem leva de cinco a sete horas. Chegando na região, é preciso pagar uma taxa de 500 tenge por pessoa para entrar no Parque Nacional e, caso você queira passar a noite, 700 tenge.

© Divulgação


Com 400 metros de comprimento, o lago está situado entre as montanhas Tian Shan, a 2 mil metros acima do nível do mar

Mesmo após 100 anos, os pinheiros permanecem submersos e intactos

No inverno, a superfície do Lago Kaindy congela, tornando o lugar ideal para a prática da pesca de trutas e mergulho no gelo

Todos os anos, mergulhares do Cazaquistão e da Rússia se aventuram na experiência de encarar as baixas temperaturas e nadar entre os galhos submersos das árvores

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica

©Copyright 2015/2017 Panorama eco. Todos os Direitos Reservados. © Panorama Eco. Contatos: contato@mundoms.com OddThemes VineThemes Powered By: mundoms.com