Top Menu

Maus-tratos a tigre para selfies de turistas revolta Tailândia

Fundador de ONG que divulgou vídeo diz que animal tem focinho espetado 'centenas de vezes por dia' para rugir em fotos e que turistas sentam em cima dele. Zoológico diz que encarregado foi transferido para outro setor.

Imagem retirada de vídeo e divulgada por Edwin Wiek, fundador da Wildlife Friends Foundation Thailand, em 21 de dezembro, mostra tratador agredindo tigre durante sessão de fotos com turista (Foto: Edwin Wiek/Wildlife Friends Foundation Thailand/AFP)

O vídeo em que se vê um homem espetar com uma vara o focinho de um tigre para obrigá-lo a rugir enquanto os turistas tiram 'selfies' ao seu lado gerou indignação na Tailândia.

Desde que foi publicado na internet, na segunda-feira (18), o vídeo foi reproduzido mais de um milhão de vezes.

"Este tigre é espetado todos os dias, centenas de vezes, para que ruja para a foto com os turistas", escreve Edwin Wiek, fundador da ONG Fundação Amigos da Natureza da Tailândia, que postou o vídeo no Facebook.

Imagem retirada de vídeo e divulgada por Edwin Wiek, fundador da Wildlife Friends Foundation Thailand, em 21 de dezembro, mostra tratador agredindo tigre durante sessão de fotos com turista (Foto: Edwin Wiek/Wildlife Friends Foundation Thailand/AFP)

Os turistas não hesitam em se sentar em cima do animal, que está acorrentado, ou em se aproximar muito dele para a foto. Nesse momento, um funcionário pressiona a vara na face do tigre, que mostra as presas.

Um porta-voz do zoológico The Million Years Stone Park e Pattaya Crocodile Farm declarou à AFP que a pessoa encarregada do tigre foi transferida a outro posto devido ao incidente.

As associações de defesa dos animais costumam acusar o país de explorar elefantes, macacos e tigres para o turismo.

Por France Presse

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica

©Copyright 2015-2018 Panorama eco. Todos os Direitos Reservados. © Panorama Eco. Contatos: contato@mundoms.com OddThemes VineThemes Powered By: mundoms.com