10 rotas de trem incríveis ao redor do mundo

Se​ o que você quer é se sentar na janela, admirar belas paisagens e chegar a destinos incríveis, veja as melhores rotas de trem, no Brasil e no mundo e prepare-se para viagens inesquecíveis. Olha!

O trem é um dos principais meios de transporte utilizados pelos brasileiros que vivem em grandes cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, mas pode ser muito mais que um veículo para chegar ao trabalho. As locomotivas que cortam cidades e países no mundo todo são garantia também de passeios incríveis, especialmente nas rotas que apresentamos hoje. Dá uma olhada e escolha a melhor estação de embarque!


1. Trem da Serra do Mar Paranaense – Paraná
No Paraná, os visitantes que estão conhecendo Curitiba podem estender o roteiro para o litoral e conhecer cidades charmosas como Morretes. Ao embarcar no Trem da Serra do Mar Paranaense, o viajante percorre 110 quilômetros dentro da maior área preservada de Mata Atlântica do Brasil e por uma ferrovia com 128 anos de história. Ao longo do caminho, será possível observar o contraste entre o verde da mata e o charme de construções históricas e fazer paradas estratégicas para um passeio muito mais agradável.


2. Tiradentes a São João Del Rei – Minas Gerais
Em Minas Gerais, o que não faltam são passeios de trem. Especialmente nas cidades históricas do estado, as famosas “Marias Fumaça” transportam o visitante a lugares cercados por belíssimas paisagens e donos de uma riqueza cultural de valor inestimável. A locomotiva que liga Tiradentes a São João Del Rei, porém, merece destaque. O passeio é atividade obrigatória na estadia dos viajantes que estão descobrindo as duas cidades e acontece nas sextas, aos sábados e nos domingos. Mais que uma viagem de trem, é uma viagem ao passado, a bordo de locomotivas centenárias.


3. Trem do Vinho – Rio Grande do Sul
A Serra Gaúcha é o destino favorito dos brasileiros durante o inverno, quando o clima agradável combina perfeitamente com o cenário formado por casinhas charmosas e vinhedos. Em Bento Gonçalves, uma das cidades do famoso Vale dos Vinhedos, a agenda dos visitantes, dividida entre uma vinícola e outra, ganha um complemento todo especial que é o passeio de Maria Fumaça. Conhecida como o Trem do Vinho ou o Trem da Uva, a locomotiva percorre uma ferrovia com 23 km de extensão e para em três estações, onde os passageiros são recepcionados com vinho, música e muita animação.


4. Rocky Mountaineer Train – Canadá
O Canadá é um dos países mais bonitos e mais bem desenvolvidos do mundo. No interior, as paisagens são marcadas por rios, lagos, vales e montanhas, que mudam de cor conforme as estações. No inverno, são pintadas pelo branco da neve, enquanto o verão deixa o verde muito vivo, criando um contraste incrível com o azul do céu. E para conhecer o melhor destes cenários, de camarote na verdade, a dica é fazer o passeio de trem Rocky Mountaineer, que sai de Vancouver e vai a outras cidades, em diferentes rotas e trajetos.


5. West Highland Railway – Escócia
Construções medievais, paisagens bucólicas e muita riqueza cultural e histórica fazem da Escócia um dos países mais encantadores do globo. Muitas cidades escocesas podem ser exploradas pelos visitantes, todas de um jeito bem diferente, mas igualmente fascinante. E para quem quer andar de trem, a dica é percorrer a West Highland, uma ferrovia que atravessa o país e liga Glasgow a Mallaig. Ao longo do caminho, pelas janelas, os passageiros podem admirar lugares famosos como o Viaduto Glenfinnan, velho conhecido dos fãs da saga Harry Potter, a ponte de Erskine, o Castelo Dumbarton Castle, os Alpes Arrochar e muito mais.


6. Blue Train – África do Sul
Um dos trens mais luxuosos do mundo, o Blue Train atravessa a África do Sul, em um trajeto com mais 1600 km e uma viagem que pode durar um dia inteiro. A locomotiva sai da Cidade do Cabo e vai até Pretória. Com serviços 5 estrelas, a linha ferroviária oferece ainda diferentes passeios, com atrações variadas em cada parada e estação. Ao avistar as belas paisagens que parecem um retrato emoldurado pelas janelas do trem, o passageiro não se cansa e se entrega às comodidades exclusivas vivenciadas apenas a bordo do Blue Train.


7. Alpes Suíços
São tantas as opções, cada uma encantadora à sua maneira, que fica difícil destacar apenas uma rota de trem nos Alpes Suíços. Os trilhos que atravessam os vales e passam por cidades e vilarejos de charme sem igual são percorridos por locomotivas que fazem os mais variados trajetos, dependendo da companhia responsável pelo passeio. Qualquer que seja a sua escolha, ao andar de trem pelos Alpes Suíços, será impossível se arrepender.


8. Trans-Siberian Express
A estrada de ferro mais longa do mundo é também uma das mais conhecidas. Foi construída entre os anos de 1891 e 1916, para ligar Moscou à cidade de Vladivostok, no Extremo Oriente. São mais de 20 mil km de extensão, por onde diferentes rotas são percorridas - a viagem completa tem mais de 160 horas de duração. Ao longo do trajeto, as locomotivas ganham como pano de fundo cenários incrivelmente belos, formado por montanhas, rios e lagos, além de passarem por túneis e viadutos que deixam a viagem muito mais emocionante.


9. The Ghan – Austrália
Todo o território australiano é cortado por ferrovias, onde passam linhas de trem operadas por diversas empresas ferroviárias. Além das rotas rotineiras, que servem como meio de transporte para os moradores locais, o país conta com um roteiro muito famoso entre os viajantes. A famosa “The Ghan” cruza toda a Austrália e tem a primeira e última parada nas cidades de Darwin (ao norte) e Adelaide (ao sul). Durante o percurso, acontecem duas outras paradas em Katherine e Alice Springs, onde os visitantes podem visitar diferentes atrações. Ao longo dos 3 mil km, as janelas exibem o que há de mais exótico no deserto australiano, fascinando os passageiros. 


10. Thalys – França
A melhor maneira de visitar Paris, Bruxelas, Amsterdã e Colônia, na Alemanha, o Thalys ou o Trem Vermelho, como também é conhecido, é perfeito para quem quer uma Eurotrip completa. De alta velocidade, a locomotiva viaja a 300 km/h, diminuindo a distância entre algumas das mais belas cidades da Europa. Ao contrário das outras rotas de trem mostradas aqui hoje, não é um passeio panorâmico, apesar de passar por paisagens lindas, devido à rapidez que faz com o que trem praticamente ‘voe’ sobre os trilhos.

Multimidia Info

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.