Ibama suspende Belo Monte até exigências serem atendidas

Usina de Belo Monte: o documento do Ibama enumera 12 exigências que precisam ser comprovadas pela concessionária responsável

Maiana Diniz, daAGÊNCIA BRASIL

Brasília - O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) emitiu parecer em que nega a emissão da licença de operação da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, até que a concessionária Norte Energia, responsável pela usina, comprove o cumprimento de todos os itens previstos no programa de compensações ambientais.

Sem a licença, a empresa fica impedida de encher o reservatório e dar início à geração de energia no empreendimento.

O documento do Ibama enumera 12 exigências que precisam ser comprovadas pela empresa, como a implantação de oito pontes para adequar o sistema viário de Altamira, obras de saneamento nas cidades de Ressaca e Garimpo do Galo, remanejamento de populações de áreas que serão alagadas, além da limpeza de resíduos na área do futuro lago.

A Norte Energia afirmou, por meio de nota, que os itens apontados estão concluídos e que a comprovação será feita ainda nesta semana.

“Como, por exemplo, as obras de acesso viário, a supressão de vegetação e a parte de saneamento, necessitando apenas que seus registros fotográficos sejam enviados ao Ibama”.

Segundo a empresa, a comprovação será feita por meio de mapas de localização das interferências, descrição das obras e fotos.

Multimidia Info

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.