Novembro 2017

A vida selvagem é realmente fascinante e na maioria das vezes os mitos ou crenças populares nos passa a impressão errada sobre animaizinhos adoráveis com fama de vilão.

A jovem raposa voadora, carinhosamente chamada 'Miss Alicia', foi resgatada em Queensland, Austrália, depois de um estranho encontro com um carro deixá-la precisar de atenção urgente. Ela foi levada aos amados braços da conservadora de morcegos Denise Wade (Batzilla The Bat), e espera-se que se recupere completamente sem ferimentos graves. O morceguinho parece mesmo adorável depois de tudo, caso você não tenha notado.

Enquanto a pequena morcega carinhosamente apelidada de "Alicia" descansava e recuperava suas energias envolvida em uma confortável toalha azul, Wade gravou um vídeo da hora do almoço. Dado que as raposas voadoras são conhecidas por seus dentes (sua dieta consiste principalmente em frutas e néctar), você pode imaginar como a Alicia reagiu quando lhe deram uma banana fresca. Confira as fotos e assista o video, Vai lá nos comentários e diz pra gente se já viu algo tão adorável.

Esta é a senhorita "Alicia", uma adorável bebê morcego que acabou em uma situação aterradora em uma noite em Queensland, Austrália


Ela foi atingida por um carro, mas, felizmente, ela foi resgatada pelo motorista e levada rapidamente para receber os cuidados urgentes que precisava 

Por sorte não teve grandes ferimentos, ao contrário da sua grande fome por "bananas"




Confira abaixo o video dessa morcego femea adorável:







Mais informações: Facebook | Youtube

Benefícios e propriedades


13 Benefícios do Manjericão – Para Que Serve e Propriedades
O consumo de Manjericão está sendo cada vez mais associado a uma série de benefícios à saúde. Mas para que serve o Manjerição? Quais são suas propriedades para boa forma e saúde? Além de sua função gastronômica, como tempero utilizado frequentemente em diversos alimentos, ele ainda protege o corpo a ataques bacterianos, estimula a memória, melhora a pele e a visão e alivia o estresse. Conhecida desde a Grécia Antiga, a especiaria desempenha ainda as funções de desintoxicante, antisséptico e ajuda a reestabelecer o organismo de todo o tipo de infecção.

Nativa da Índia e de outras áreas tropicais da Ásia, a erva contém uma grande variedade de óleos essenciais, tais como eugenol, citronelol, linalol, citral, limoneno e terpineol. Estes compostos são conhecidos pelas propriedades do manjericão anti-inflamatórias e anti-bacterianas.

Além disso, o Manjericão também oferece nutrientes essenciais para o corpo e a mente, como as vitaminas A, C e K, além de manganês, cobre, cálcio, ferro e gorduras omega-3. É uma ótima fonte de magnésio, que proporciona melhor fluxo sanguíneo. Vamos conhecer os principais benefícios do manjericão para a saúde? É hora de entender para que serve esse alimento especial.

1. Tratamento de resfriados
Um dos benefícios do manjericão é a melhora do sistema imunológico. Suas folhas são utilizadas no tratamento de resfriados. É recomendável mastigá-las para o alívio de resfriados e gripes. As fortes propriedades do manjericão antibióticas protegem o organismo contra bactérias e as infecções causadas por elas.

2. Alívio de tosse
O Manjericão é ingrediente de xaropes e expectorantes. Dores de garganta também podem ser aliviadas com um gargarejo com água fervida com folhas da planta. A erva é ainda eficaz para outros problemas respiratórios, tais como asma e bronquite.

3. Melhorar o sistema imunológico
A melhora do sistema imunológico também é um dos benefícios do manjericão. Estudos mostram que vários componentes químicos da planta aumentam a produção de anticorpos em até 20%. Ao fortalecer o sistema imunológico a planta protege contra asma, alergias, artrite, câncer, gripes e resfriados. Para melhores resultados, recomenda-se dar preferência à folha fresca e não seca.

4. Anti-estresse
As folhas de Manjericão também são apontadas por diminuir o estresse. Especialistas recomendam mascar 10 a 12 folhas de Manjericão, duas vezes por dia, para prevenir o estresse e os problemas decorrentes deste mal.

5. Melhora da visão
A Vitamina A presente no manjericão possui propriedades antioxidantes, altamente benéficas à saúde ocular. Apenas 100g de manjericão fresco correspondem à dose diária recomendada de Vitamina A ao organismo.

6. Melhorar a pele
Outros benefícios do manjericão são a prevenção do surgimento de acnes e aceleração o processo de recuperação de feridas na pele. O seu extrato ajuda a eliminar as bactérias presentes na derme, que resultam no entupimento dos poros, a principal causa da acne.

Propriedades do manjericão reduzem a inflamação da pele e são utilizadas no tratamento de outros problemas, como micose, psoríase e picadas de insetos. A erva é considerada excelente na prevenção e tratamento do câncer de pele.

7. Melhora a saúde bucal
Estudos apontam que as propriedades do Manjericão também são eficazes no combate ao mau hálito e doenças periodontais.

8. Elimina pedras nos rins
O Manjericão tem poderoso efeito no funcionamento dos rins. Para otimizar o órgão, é indicado o consumo de 6 folhas frescas com água, em jejum. Para quem sofre de pedras nos rins é bom misturar suco extraído de manjericão com mel e tomar a mistura diariamente durante aproximadamente 6 meses. O procedimento facilita a eliminação das pedras nos rins pela urina. A planta ainda é benéfica para a cura de diversos problemas urinários.


9. Tratar problemas de estômago
O consumo de Manjericão também faz bem para o sistema digestivo. O suco extraído de suas folhas pode tratar dores de estômago ou cãibras. Seu chá ainda é utilizado para tratar outros problemas comuns de estômago, como prisão de ventre, indigestão, pilhas e acidez. Suas propriedades medicinais ajudam ainda a curar úlcera gástrica e úlcera péptica, além de melhorar o funcionamento do fígado.

10. Alívio de dor de cabeça
Mais um dos benefícios do Manjericão é sua função de relaxante muscular. A planta pode ser mastigada, ingerida como chá ou ainda ser aplicada como óleo diretamente no corpo para aliviar a tensão nos músculos e as dores de cabeça.

11. Sistema cardiovascular
Os poderosos componentes antioxidantes encontrados na erva ajudam a baixar o nível de colesterol e reduzir as chances do desenvolvimento da doença da artéria coronária. Propriedades do manjericão como o magnésio auxiliam relaxando os músculos e melhorando o fluxo sanguíneo no organismo.

12. Sistema respiratório
A erva também favorece a saúde respiratória, pois ajuda a melhorar o desempenho dos pulmões. Os óleos essenciais de Manjericão são bons para curar a bronquite e congestão dos pulmões. A planta também é muito útil no tratamento da tuberculose.

13. Sistema nervoso
A melhoria das funções cerebrais ainda é outro dos benefícios do manjericão, uma vez que ele normaliza os níveis de neurotransmissores no cérebro. O seu extrato funciona como um tônico cerebral e ajuda a aguçar a memória.

Uma formiga-carnívora do tamanho de um palito de fósforo é a novidade da Casa do Sangue Frio no Zoológico de São Paulo. Lá estão instaladas duas colônias das superformigas Dinoponera gigantea e Dinoponera australis. Conhecida como tocandira ou formiga-carnívora-gigante, ela é preta e tem um potente ferrão que injeta um líquido mortal em suas presas. As vítimas são baratas, besouros e até pequenos lagartos.

As duas espécies são brasileiras e são consideradas as maiores formigas-operárias do mundo. Formigas-operárias são as que só trabalham em benefício do formigueiro, estão sempre em atividade e jamais se reproduzem.

O grupo de Dinoponera gigantea (que tem mais de 3 cm) veio do Maranhão - onde vive - para ser estudado por biólogos no Museu de Zoologia de São Paulo. O grupo de D. australis (pouco menor do que a maranhense) foi coletado no interior de São Paulo.

De acordo com o biólogo Carlos Roberto Brandão, do Museu de Zoologia, as formigas-gigantes só atacam quando incomodadas. Porém, seu veneno é mortal para animais de pequeno porte (a picada de uma delas pode matar um rato). Algumas vezes, esse veneno pode ser fatal para o homem também. "Se a pessoa que foi picada é alérgica, ela poderá até morrer. Outras podem nem sentir a picada", explica o biólogo.

Ao contrário das outras espécies de formigas - que apresentam uma ou mais rainhas, dependendo da espécie -, o grupo de superformigas não tem rainha. A mãe de todas é uma operária escolhida numa disputa entre elas.

Outra curiosidade: o seu ninho é escavado (enquanto da maioria é construído sobre a superfície) a dois metros de profundidade do solo, se abrindo numa espécie de fenda no chão. Da fenda se inicia um buraco que lembra um túnel em formato espiral, de onde saem as câmaras (espécie de salas, onde elas vivem e trabalham).

No lugar da rainha, as formigas-gigantes têm uma operária dominante que é a mãe dos futuros filhotes. A escolha é feita numa disputa elegante, sem mortes. Uma vai lutando com a outra, até sair a vencedora. As lutas podem durar dias com pausas para descanso.

Feita a escolha, e o macho estando no formigueiro, ocorre a fecundação. Aliás, o papel do macho é fecundar a fêmea. Ele só aparece na hora de namorar. Depois de fecundada uma única vez, a dominante pode ter filhotes pelo resto da vida. Os filhotes passam por várias fases (ovo, larva, pulpa) até atingir a fase adulta. Depois, vivem cerca de um ano.

Por mais que as formigas incomodem, a natureza precisa delas. As formigas representam a maior população de insetos do planeta. Calcula-se que existam 18 mil espécies, das quais 3 mil vivem no Brasil. 

Mas pra que tanto?
O mundo sem as formigas poderia virar um caos! Muitos ecossistemas seriam prejudicados e algumas espécies deixariam de existir. O tamanduá seria o primeiro a sumir porque se alimenta delas. As árvores também sofreriam. Elas fornecem néctar às formigas, que, em troca, espantam os predadores, protegendo-as.

Como as minhocas, as formigas também movimentam a terra na hora de fazer os ninhos e a tornam rica em matéria orgânica, deixando-a fértil para o plantio. As formigas ainda ajudam a espalhar sementes garantindo a reprodução de algumas plantas e a controlar a população de muitos insetos.

Amigas dos dinos
Ao que tudo indica as formigas também infernizavam os dinossauros. Foi encontrado um fóssil de formiga com cerca de 100 milhões de anos! Isso mostra que esses pequenos insetos conseguiram sobreviver aos períodos glaciais, época em que desapareceram várias plantas e animais.

Por ser pequeno, esse inseto consegue se esconder mais, principalmente embaixo da terra podendo escapar até de uma explosão. Não é por acaso que algumas vivem bem no fundo da terra ou em lugares que a gente nem imagina.

As formigas vivem em todos os ambientes terrestres, exceto nos pólos. Não há como evitar sua presença. Existem formigas em ruas, jardins, casas e até hospitais, o que é perigoso. Elas conseguem andar em lixo contaminado, passear em garfos e ir de um cômodo para outro sem problemas. Sendo assim, podem espalhar bactérias e prejudicar ainda mais os doentes.


Superorganizadas
O ponto forte das formigas é a organização. Esses insetos trabalham muito, sem reclamar. Formiga rebelde, como Flik, de Vida de Inseto, e Z, de Formiguinhaz, só em desenho animado!

A saúva, que tem o bumbum gordinho, é exemplo. Cada operária tem a sua função - cortadeira, carregadeira, jardineira e soldado - e, assim que nasce, cada uma executa sua tarefa. Elas cortam, carregam folhas e as transformam em fungo (ou bolor), que é o seu alimento. Ao contrário das formigas-gigantes, as saúvas são vegetarianas.

A rainha só observa o andamento da colônia. Se, por exemplo, ela acha que faltam formigas no grupo das cortadeiras, ela bota ovos para ter mais cortadeiras. Um formigueiro só acaba quando a rainha morre. Ela é a única que pode ter filhos.

Formando grandes batalhões à procura de comida, as formigas podem se tornar pragas. A saúva, por exemplo, é o terror dos agricultores porque devora plantações. Outras, além de plantações, atacam animais domésticos e pessoas. Em 1993, as formigas-lava-pés, que também são carnívoras, infernizaram a vida dos moradores de Envira, no Amazonas.

As formigas destruíram plantações e devoraram animais domésticos. Enterrar mortos era um problema porque no cemitério da cidade estava concentrada a maior parte dos formigueiros. As formigas-lava-pés também atacaram os moradores, muitos dos quais foram hospitalizados com feridas pelo corpo. A situação fez com que os moradores passassem a cobrir os pés com sacos plásticos.

Não dormem, são surdas e quase cegas...
As formigas nunca dormem; pelo menos, nunca ninguém as viu fazerem isso. O que os biólogos descobriram é que as formigas sabem dividir o dia em horas de trabalho e de descanso. Alguns acham que elas não dormem porque têm uma vida curta e precisam trabalhar para manter o formigueiro. Algumas espécies, como as saúvas, vivem apenas três meses e começam a trabalhar assim que nascem.

Elas também são surdas, quase não enxergam e se comunicam pelo cheiro. Quando uma formiga está em perigo, ela solta um odor para alertar as companheiras, transmitindo um aviso de que as demais devem fugir. O odor varia conforme a situação, mas o ser humano não consegue sentir esse cheiro. As formigas também servem de comida para o homem. Os chineses adoram ensopado de formigas, vinho com formigas, feijão com formigas etc. Eles dizem que, além de saborosas, são úteis no tratamento de muitas doenças. Se curam realmente ninguém sabe, mas os biólogos dizem que as rainhas-saúvas são muito nutritivas.

Fonte: Jornal "Diario do Grande ABC"

Mais informações:

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Imagens de tema por Nikada. Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget