Top Menu

Curta e compartilhe para seus amigos no facebook

Esta Casa Hobbit Orgânica é Perfeitamente Integrada ao meio ambiente ao seu redor

Concebida pelo renomado arquiteto mexicano Javier Senosiain, esta casa de 1985 é um exemplo perfeito de "arquitetura orgânica", que toma a forma da natureza e objetiva um impacto mínimo no meio ambiente. A duna verde envolve quase completamente os espaços internos, tornando-a quase invisível para as outras pessoas que passam pelo local.


Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain
“Dar um passeio no jardim é andar sobre o telhado da casa sem nem perceber”, disse Senosiain. O arquiteto mexicano é famoso por sua arquitetura orgânica - até hoje, ele construiu casas inspiradas na forma de uma cobra, um tubarão e uma flor, para citar apenas algumas.

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain
“O objetivo era criar um ambiente semelhante ao claustro materno”, escreveu o arquiteto em seu site. “Aos refúgios de animais ou aos humanos primitivos, que faziam uso de cavernas sem modificar seu ambiente, aos iglus e a todos esses espaços de abrigo: côncavos como os braços de uma mãe embalando seu filho, contínuos, amplos e abrangentes.”

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain
Pensando sobre o impacto das condições bioclimáticas no bem-estar físico e psicológico dos habitantes, a Senosiain usou árvores e arbustos para alcançar múltiplos objetivos. Eles criam barreiras verdes que filtram a luz do sol, mantêm os interiores frescos e protegem a casa da poeira e da poluição sonora. Além disso, o telhado/gramado protege contra o calor e o frio, ajudando a manter as temperaturas interiores confortáveis.

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain
Embora o interior da casa pareça uma caverna subterrânea, ela é conectada com o exterior por uma grande janela.

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain
As paredes, tetos e móveis embutidos são feitos de ferro-cimento revestido com uma pasta de pó de mármore e cimento branco.

A sala possui uma cadeira em forma de mão, do artista mexicano Pedro Friedeberg e uma cadeira Bubble da Eero Aarnio.

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain
“Esta casa semi-enterrada acabou por ser mais ensolarada e mais brilhante do que as casas convencionais, porque as janelas podem ser colocadas em qualquer lugar, e as cúpulas permitem a entrada da luz do sol de cima. A ventilação é facilitada pela forma aerodinâmica da habitação, que permite a livre circulação de ar por toda a parte. ”

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain
O túnel que liga a câmara viva às áreas de dormir privadas.

Créditos da imagem: Javier Senosiain
A primeira câmara oval onde as áreas de estar, comer e dormir estão localizadas. A partir daqui, outro túnel conduz à segunda câmara onde estão localizados os recantos para dormir.

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Créditos da imagem: Javier Senosiain
Modelada a partir de uma casca de amendoim, a casa é composta por dois espaços ligados por uma passagem estreita. Uma parte contém as áreas privadas, que são usadas principalmente à noite, enquanto a mais iluminada contém as áreas sociais destinadas a atividades durante o dia.

Créditos da imagem: Javier Senosiain
“A casa, que inclui uma sala de estar, sala de jantar e cozinha, e outro local para dormir, com vestiário e banheiro, foi baseada nas funções elementares exigidas pelo homem: um lugar para morar e companheirismo com os outros” Senosiain disse.

Créditos da imagem: Javier Senosiain
“São espaços cujas luzes e formas variáveis se adaptam aos ritmos naturais das pessoas que nelas habitam, onde o mobiliário se integra com o entorno, facilitando a circulação e aproveitando ao máximo a área.”

Créditos da imagem: Javier Senosiain

Mais informação: arquitecturaorganica.com

Postar um comentário

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica

©Copyright 2015-2019 Panorama eco. Todos os Direitos Reservados. © Panorama Eco. Contatos: contato@mundoms.com OddThemes VineThemes Powered By: mundoms.com